21 de Agosto de 2019
17º/33º
ENTRETENIMENTO » COLUNISTAS

Campanha nacional de conscientização da psoríase 20142015

Psoriase: fere mais que a pele

A psoriase é uma doença inflamatória da pele, que causa lesões avermelhadas e que descamam, localizadas mais frequentemente nos cotovelos, joelhos e couro cabeludo. Mas ela não é contagiosa. Ninguém "pega" psoríase ao cumprimentar ou abraçar alguém com a doença. As pessoas têm preconceito por temerem que seja contagiosa. Esse preconceito está relacionado com a falta de informação sobre a doença.

As causas da psoríase ainda não estão totalmente esclarecidas, mas já é possível identificar fatores que levam ao aparecimento da doença, são eles: a predisposição familiar (genética); estresse emocional; infecções; traumas físicos e psíquicos; efeito colateral de alguma medicação; tabagismo; alcoolismo.

Os sintomas mais comuns da psoríase são pele irritada e coçando; manchas vermelhas; placas grossas avermelhadas de pele coberta de escamas branco-prateadas; dor na articulações (artrite psoríatica); alterações das unhas, inclusive engrossamento, pontos marrons-amarelados, marcas na superfície das unhas e separação da unha de sua base; caspa severa no couro cabeludo.

O dermatologista é o médico capacitado para diagnosticar – pelo exame clinico - a psoríase, pois a doença na grande maioria se inicia na pele. Raramente há necessidade de biopsia.

A psoríase é uma doença crônica, como a hipertensão e a diabetes e não tem cura definitiva, mas com tratamentos adequados tem controle.

A qualidade de vida do paciente com psoríase é bastante comprometida pela aparência das lesões, pela coceira que pode estar ou não presente, e pela falta de conhecimento sobre a doença. Como disse John Updike, um talentoso escritor americano portador de psoríase: "Eu sou prateado, com escamas. Poças de flocos se formam onde quer que eu descanse a minha carne.
Toda manhã passo aspirador na minha cama. Minha tortura é superficial como a pele: não há dor, nem mesmo coceira; nós psoríaticos, vivemos longamente e somos, ironicamente, saudáveis em outros aspectos. Sensuais apesar de asquerosos para sermos amados. Olhar agudo, apesar de odiarmos nos olhar. O nome da doença, espiritualmente falando, é humilhação".

Para Updike e para a maioria dos pacientes com psoríase a história pode terminar bem, consulte um especialista. A Clínica Ganassin adere a essa campanha de esclarecimento sobre a psoríase. A informação e os tratamentos adequados podem mudar a sua vida.




Dr Carla Ganassin
Serviço:
Sebastião Mendes de Brito,1501,
Jardim Europa - Assis SP 19815 140
18 3323 2812
18 3323 8110


+ VEJA TAMBÉM